Essa semana eu vou pegar a linha da Ethel… não quero citar citar mais violência .. já vemos isso todo dia, o dia todo… é só abrir qualquer jornal, qualquer revista, e ser “bombardeado” por toda essa violência que nos rodeia.

Para nós que não vivemos uma guerra talvez seja difícil imaginar o que acontecia com as pessoas normais, ordinárias, vivendo no meio da violência e na maioria das vezes sem nem querer…. como por exemplo na Russia, na década de 20…

Todo o espaço é tomado pela violência… a ponto de abrir uma revista ou um jornal e encontrar um conto de Isaac Babel… um dos mesmos que anos depois se tornaram best sellers em outras línguas…
Sorte dos que olhavam (ou liam) do lado de fora….

A idéia de como a violência tomava conta do ambiente de Babel é tão clara a ponto de um escritor inventar estórias que poderiam muito bem ser verdadeiras (aos meus olhos de leitora, são todas reais), usando lugares, fatos e pessoas reais e trazendo situações bastante reais em um ambiente hostil.

Nas páginas do livro vemos o que se passava por seus olhos, sua mente, e sua sensibilidade… mas acredito que também era a visão de muitos outros que viviam no mesmo lugar e na mesma época… e isso é o mais triste!

E enquanto escrevo esse texto, a TV aqui me conta sobre o meu próprio mundo… tão real (talvez menos cruel) e quase tão violento quando o da Cavalaria Vermelha.

Boa leitura pra vocês