“A vida que ele conhecia era uma coisa sã, limpa, ordenada, cheia de responsabilidades. Mas um andaime que caiu mostrou-lhe que a vida, fundamentalmente, não era nada disso. Ele, o bom cidadão, marido e pai, podia ter sido varrido para fora entre o escritório e o restaurante, pela queda acidental de um andaime. Ficou então sabendo que se podia morrer assim por acaso, e viver apenas enquanto a sorte cega nos poupasse.”

Um momento marcante no livro O Falcão Maltês, na minha opinião, foi o caso do andaime (a Ethel já nos falou sobre isso). No entanto o mais intrigante foi ver que o tal desaparecido construiu novamente uma vida idêntica, ou bastante similar, a que ele havia deixado para trás.

Vou então lançar a seguinte brincadeira:

Se você decidisse a viver ao acaso, ou simplesmente deletar tudo e começar a sua vida do zero, o que faria ? Ou melhor, o que não faria ? Ou mudaria apenas pequenos detalhes como o caso desvendado por Sam Spade ?

Hoje, aqui no clube do livro quem fala é você🙂

Beijos a todos e um ótimo domingo,

Lys