Acabei o livro.. em umas 2 ou (no meu caso) 3 sentadas você termina ele brincando!! Quem ainda não leu, dá tempo!!! Vamos participar das discussões!

Mas vamos ao livro…

Nessa estória de tentar achar o mocinho e o bandido, tem umas pessoas que você até consegue dar o benefício da dúvida, mas outras que você não acredita mesmo… nem um segundinho… como a mocinha fajuta da estória, a Brigid O’Shaughnessy… ohhh mulherzinha estranha!!! Mente desde a primeira linha do livro… e mesmo a secretária e escudeira do Sam Spade tendo uma "intuição boa" sobre ela, o leitor é levado a ter um pé atrás com ela o tempo todo!!

Falando nas mulheres do livro, além da Brigid, outras duas são colocadas como "criadoras de problemas"… A Iva Miles e a Rhea Gutman… mesmo com seus papéis secundários, elas chegam pra jogar mais lenha na fogueira… parece que as mulheres entraram nesse livro para complicar.. não fosse mais uma vez a secretária do Spade, a Effie Perine, eu diria que o autor tem um problema sério em confiar nas mulheres!!

Alguém pode até me falar que é melhor aparecer pra criar confusão do que não aparecer… mas será que o nosso sexo feminino é assim tão incompatível assim com os romances policiais?

Boa leitura pra vocês!